segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Tour Paraty - Rio de Janeiro


Olá docinhos, trago para vocês um pouco da história de Paraty e minha inesquecível experiencia nessa cidade...inesquecível, porque tive bons momentos, do qual me despedi sob a luz do luar, vinho, uma boa companhia, sentada na areia da praia...Momentos que vão ficar guardado para sempre comigo, mas isso é pessoal, viu não vou entrar em detalhes agora kkkk!!!

Mas vamos conhecer um pouco da história da cidade de Paraty:

Ao contrário do que aconteceu na maioria das cidades do Brasil, Paraty foi uma cidade planejada. Engenheiros militares portugueses, cientes da vocação portuária da cidade e da necessidade de defesa do local, definiram como seriam as ruas e onde ficariam as igrejas, praças, cadeia, câmara, fortes e as áreas residenciais. Seguiram o padrão das cidades portuguesas onde as igrejas serviam de balizamento e pólo de atração residencial.

As casas foram construídas acima do nível da rua por causa da invasão das águas das marés, previstas para entrar e limpar a cidade, principalmente dos estrumes de cavalos e burros de cargas que constantemente passavam pela cidade.

O calçamento das ruas de Paraty com pedras irregulares - conhecido como pé-de-moleque - começou no século XVIII, graças ao desenvolvimento trazido pelo ciclo do ouro. Entretanto, foi a riqueza gerada pelo ciclo do café que terminou por calçar todas as ruas. As pedras eram necessárias porque as tropas de mulas, carregadas com ouro ou café, faziam grandes atoleiros nos dias de chuva e nuvens de poeiras nos dias de sol.


Minha experiencia na cidade de Paraty:

Tive o prazer de estar em Paraty em janeiro de 2014 e apreciar a cidade, que ao meu vê, é pequena, mas aconchegante, praias com águas calmas e que formam uma lama no fundo, uma lama preta, que afunda seu pé, a primeira sensação é estranha, a textura é molenga, mas depois de algumas pisadas a mais é possível acostumar com a textura...além de calma as águas são bem rasas, podemos caminhar bastante pelas águas das praias em Paraty.

Quando ao centro histórico, na minha opinião deixa um pouco a desejar, são poucos monumentos e casas históricas e está repleto de comercio, lojas, artesanatos, que muitas vezes escondem a beleza das ruas históricas, bom entendo que por ser uma cidade turística, isso é perfeitamente normal, mas cá pra nós perde um pouco da essência do lugar...
Achoq eue existe muitas cidades com centros históricos mais atraentes do que Paraty...
Enfim as ruas são de pedras,tem o rio que possuem muitas jangadas, que fazem passeios turísticos pelas trilhas e ou cachoeiras.

Conclusão, tem opções econômicas de lugares para hospedar e comer, e é possível caminhar em muitos lugares e descobrir belezas ocultas.

Fiquei hospedada em um hostel Paraty-Beach Hostel de frente a praia Pontal, sim a pouco passos da praia, uma praia calma, e com um publico jovem, devido aos hostels perto...Mas confesso que o hostel não é lá dos melhores, achei um pouco desorganizado, sem estrutura, bagunçado, pouca higiene, cheio de pequenas reformas e ganbiarras, serve o café da manhã simples e não possui um atendimento de primeira, mas quebrou o galho, até porque o que menos fiz foi ficar dentro do hostel

A noite sair pra comer e apreciar o luar e o som das águas,são é uma boa...

Paraty é uma cidade que vale a pena conhecer, por ser uma cidade turisticas, os preços não são tão salgados (conforme for a temporada também), é possível, acomodar, comer e passear com pouco, até porque sempre viajo com economia, basta querer e que você consegue desfrutar e economizar, sim é possível...Aproveite, não fique só na vontade, viaje e tirar suas proporias conclusões...Enfim viajar sempre vale a pena, né!!!!!!!

Confira algumas fotos da cidade de Paraty Rio de Janeiro


Imagens do Centro histórico de Paraty



As jangadas oferece passeios turísticos, mas fique esperto...



Momumento da cidade com diversas faces de argila, um rico e bonito trabalho


Outro monumento da cidade,estatuas de peixes...




Uma das famosas pontes da cidade, que liga o centro histórico as praias e vice e versa



Olha as praias, com paisagens e vista maravilhosas!!!
Só não me peçam para falar os nomes das praias, porque sinceramente não costumo guardar nomes das praias, mas essas são próximas a praia de Pontal, é possível ir caminhando...







As praias são extremamente calmas e pouco movimentadas...






Espero que tenha gostado, se quiser saber mais, perguntem e se quiserem compartilhar experiencias, estou a disposição!!!





sábado, 20 de setembro de 2014

Morando Sozinha...Sim!!!

 Olá amores, ando meio sumida, pois estou em uma nova fase da minha vida e que compartilho com vocês um vídeo no canal do you tube e nele eu conto um pouco da minha experiência de como tem sido essa nova etapa... Morar sozinha, saiba mais...

Confira:



Veja um vlog meu apê - Tour, vem comigo!!!




Espero que tenha gostado, muitos beijos doces e até a próxima com novidades!!!

Hidroquinona Pele negra

Olá doçuras, como estão?
Espero que estejam bem, hoje traga um pouquinho para vocês da minha rotina e manutenção da pele,da qual almejo melhorias sempre!!!
Lembrando que minha pele é negra+ oleosa+com acne+manchas=Cuidados redobrados
Confira meu desabafo neste vídeo:

Vitanol A e hidroquinona Pele Negra

Acesse também e curta a página do facebook Reino Encantado de uma Princesa 

Beijos e espero que gostem!!!
   
 




domingo, 14 de setembro de 2014

Tour Ilha Bela - SP



Olá amores, estou de volta para relatar mais um roteiro turístico. Desta o destino é Ilha Bela, no litoral de São Paulo, e realmente a Ilha faz jus ao nome Bela, que foi escolhida mesmo a dedo, no mapa, só mesmo o nome foi o que mais atraiu e as praias, mal sabia que ia deparar com um dos lugares mais lindos que já conheci, que me deixou encantada com a beleza, arquitetura, diversidade e qualidade das praias, comidas em fim, adorei cada cantinho desta ilha, que foi possivel conhecer, e olha que caminhei muito e explorei a Ilha Bela do norte ao sul da Ilha.
Ilha Bela está localizada no eixo São Paulo – Rio, próxima de cidades como Ubatuba, Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande. Distante 210 quilômetros da capital paulista, você pega um ônibus na rodoviária de São Paulo até a cidade de São Francisco e de lá atravessa o mar de balsa, a travessia é gratuita, e o ônibus para praticamente de frente a balsa enorme, que vai com carros, motos, bicicletas e pedestres na balsa, depois pode ir de ônibus coletivo até o destino, pois a Ilha é extremamente grande para explorar, mas que super vale a pena.

O que fazer em Ilha Bela?

Desfrutar e explorar a riqueza e diversidade de cada lugar, somado as lindas praias, e foi assim que aconteceu, fiquei e cada vez que revejo as fotos, recordo os momentos e fico mais apaixonada ainda, foi muito bom vivenciar tais momentos, e para melhor aproveitar é possivel fazer o seguinte se hospedar no norte e aproveitar, cada canto desse lado e depois se hospedar no sul da ilha para desfrutar mais um pouco desse outro lado, e assim fizemos... e realmente foi bem proveitoso.
Bom como é um ilha super turística, destino certo de cruzeiros chiquérrimos e blá blá...Ilha Bela não é tão baratinha não, antes aconselho pesquisar bastante, quem procura acha, né...assim como possui hotéis, resorts e pousadas de cinco estrela, caríssimo, maravilhosos, você como um bom pesquisado vai emcontrar hotéis e pousadas e até hosteis com aquele preço mais em conta também., e não vai perder nada por isso, se sua intenção foi aproveitar os locais da ilha, até porque com tanta beleza, o que menos você vai querer fazer é ficar em um no hotel o tempo todo, o mesmo vale para alimentação e lazer, é fácil comer bem e se divertir se pesquisar e poupar também, e acredito que em temporadas mais baixas, você também poderá conseguir bons preços...
Mas uma coisa é certa, Ilha Bela não é uma utopia, ela pode sim ser realidade, daquelas que nunca se esquecerá diante de tanta maravilhas!!!Coloque a mochila na costas e parta para esse mochilão no litoral de São Paulo, como fizemos.
Tive o prazer de permanece por mais de uma semana na ilha, e foram momentos ótimos, passeios, trilhas, visitas, praias, paisagens e então selecionei alguns pontos principais para relatar, confira:

Praia do Perequê,
A Praia do Perequê fica na região central de Ilhabela, sempre foi um ponto de embarque e desembarque de canoas caiçaras e barcos tradicionais de pequeno porte. É onde também se localiza os principais comércios do bairro e um dos points para a prática do kitesurf e outras modalidades de esporte náutico.

          Sunset

A Praia do Perequê está próxima dos principais comércios de Ilhabela e é totalmente avistada da avenida principal.
 Com ciclovia por toda sua orla, é também a preferida de praticantes do kitesurfe e do windsurfe. Com 820 metros de extensão e muitos coqueiros, esta praia oferece uma excelente infraestrutura com estacionamento, duchas de água doce, quiosques, bares e restaurantes. Dela pode-se ver o melhor pôr do sol da região central da ilha.

 Centro Histórico de Ilha Bela

O Centro de Ilha Bela, merece ser visitado, possui como ponto principal uma linda igreja histórica e bem em frente uma enorme e muito bonita arquitetura de um crucifico de ferro, com a imagem de JESUS  na cruz, achei maravilhoso, além disso temos a praça Cel Julião, com destaque do chafariz que de tempos em tempos solta as aguas, como um balé e todos se banham e divertem nas aguas, eu mesmo não perdi tempo e nem a oportunidade, muito legal mesmo!
Confira fotos:


Ruas do centro de Ilha Bela

 Crucifixo




 Chafariz na praça Ilha Bela





Praia do Sino
 
 É muito interessante a Praia do Sino, realmente eu não conhecia bem a história, só o nome e por acaso num dialogo e brincadeira com as pedras soltas, uma em cima das outras, descobrimos o som idêntico ao soar dos sinos e tudo ficou mais claro.
Uma linda paisagem faz presente nessa pra com barcos, iates e outros completam o visual,além de uma grande movimentação de pessoas nas areias, quiosques e nas pedras, fiquei muito encantada com tudo ao redor, água azul e rasa na superfície, tranquila para nadar e apreciar as águas tranquilas e quente.



A Praia do Sino além de sua beleza natural, uma curiosidade nessa praia é a Pedra do Sino. Localizada numa trilha que sai de sua ponta direita, essa enorme pedra emite um som metálico ao ser golpeada com firmeza, particularidade que deu origem a um das mais belas lendas da Ilha e também ao nome da praia, que significa, literalmente, “pedra que toca”.
Uma extensa fileira de grandes coqueiros separa a faixa de areia branca da estrada, que passa logo atrás. Com cerca de 400m de extensão, reúne alguns bares que servem aperitivos, frutos do mar e bebidas na praia.


Cachoeira da Toca

A mais famosa cachoeira de Ilhabela fica na estrada para Castelhanos, você precisa passar por uma estrada de chão de terra, e é possivel ir caminhando, como foi meu caso, cerca de 1 km de caminhada, na entrada você se depara com um bar simples, onde encontra-se também refeições para os visitantes e um balcão repleto de amostras de cachaça artesanais de vários sabores, onde se pode experimentar uma dose ou várias, para  se quiser comprar a garrafa e ao lado possui um engenho de alambique, onde se fabricava cachaça antigamente, para visitação. Mas para adentrar nas cachoeiras, paga se um valor "simbólico", onde está repleta de árvores e plantas, o que atrai a morada dos borrachudos (só pode), mas antes você pode se banhar de um óleo repelente, e tentar fica menos vulnerável aos ataques dos borrachudos. Mas em contra partida a paisagem é bonita e muito interessante de ser explorada, cachoeiras com cascatas e pedras escorregadias, formando o tobogã natural da Cachoeira da Toca.

E eu me divertir bastante na Cachoeira da Toca, com exceção dos borrachudos, que são milhares mesmo, só não é possivel perceber sua presença dentro da água,( e os borrachudos fizeram a festa nas minhas canela kkkk) e eu por sua vez me aventurei a descer nas famosas pedras escorregadias, o tobogã natural, tudo isso por que vi uma criança de 5 anos descendo com facilidade as pedras e seu pai dentro da cachoeira funda esperando o filho, e alguns rapazes que trabalham na cachoeira da Toca descendo e pé, até porque concentra se quatro cachoeiras e a primeira tem 6 metros de pronfundidade, então eu a "bonita" foi descer, desci e desci e virei tipo meu corpo todo, enquanto descia a pedra e quase cai, sai dessa cachoeira , gostando da brincadeira e fui para outra cachoeira, com um tobogã menor para descer e menos bem menos pronfunda, detalhe enquanto caminhava os borrachudos foram comigo, e rsrsrs...
E pensei aqui, é ótimo e me empolguei pra lá... e fui descendo e descendo sem parar (o loto das pedras não machuca a bunda, mas fura e rasga shorts que é uma beleza) e descendo, até que diante de tanta empolgação, bati a cabeça na pedra enquanto descia, e mais uma vez virei o corpo e cai com tudo com a correnteza das águas, dentro da cachoeira, (susto!!!) sai de lá rindo, achando engraçado o que acontecido e estava bem, por pouco eu não ficava mais doida do que já sou...rsrsrs

 Tobogã Natural - Cachoeira da Toca






Conheça e viva essa emoção e se encante por ILHA BELA - SÃO PAULO
Beijos doces Lorena